Notícias

Na tarde desta segunda-feira, dia 16, a Portobello Shop Batel promoveu uma visita técnica muito descontraída, onde arquitetos e designers foram convidados para um happy hour e também para conhecer algumas das novidades da marca. Além da apresentação dos lançamentos em porcelanatos, a equipe de consultores pôde mostrar e esclarecer dúvidas sobre o item que já é sem dúvida a número um na lembrança de muitos profissionais… as belíssimas bancadas, instaladas pela própria Portobello Shop Batel, o que garante a perfeição na entrega ao cliente final.

Durante o evento houve uma sessão de fotos pelo portal Gerson Lima, onde os profissionais serão presenteados pela loja com as imagens.

Texto e fotos: Raquel Lima

 

Terceiro case de brand experience desenvolvido pela Genéricka para o Grupo, será inaugurado no próximo dia 10, no Museu Catavento.

Curitiba, outubro de 2017 – O Instituto Grupo Boticário confiou à Genéricka – agência live do Grupo G/PAC, com sede em Curitiba – a criação de uma nova proposta para um de seus mais emblemáticos espaços de arte, o Espaço Perfume Arte + História, que será inaugurado com novo conceito na próxima semana, dia 10 de outubro, sob o nome O Mundo do Perfume, viagem pelas fragrâncias.

case de brand experience (experiência de marca que agrega valor e percepção emocional) da agência curitibana envolveu desde a pesquisa do novo endereço, a escolha do local, o Museu Catavento – segundo museu mais visitado em São Paulo, destacado entre os 10 museus mais visitados da América Latina – passando pela definição do nome e da linguagem empregada, mais leve e arrojada, visando a atenção da família como um todo, com especial apelo para o público jovem.

O desafio surgiu no modelo de concorrência e, a Genéricka teve a seu favor o sucesso do projeto itinerante, Conexão Estação Natureza, que nasceu para ter vida útil de um ano e, com atualização de tecnologias, ganhou fôlego para ir além dos 38 mil quilômetros já percorridos pelo Brasil. Antes mesmo de emplacar esse mega-projeto, com engajamento ímpar, que percorreu 24 cidades brasileiras e teve mais de 9 milhões de impactos diretos, nos últimos três anos, sempre com sucesso de público e mídia espontânea, o time da Genéricka já havia deixado sua marca no museu Espaço Memórias, que o Grupo O Boticário mantém em sua sede, em Curitiba.

O desafio

Lançado em 2010, o Espaço Perfume – um museu pautado por acervos históricos, focado no público adulto, em especial pesquisadores de moda e comportamento, demandou atenção. “Fomos brifados para criar um novo projeto com a intenção de explorar o contexto social do perfume. Nessa nova fase, o objetivo era criar uma atração para o público jovem. Aproveitamos a oportunidade para pensar um projeto de Brand Experience para que o visitante pudesse ter uma verdadeira experiência de marca, de maneira imersiva, interativa e lúdica”, conta a diretora executiva da Genéricka, Maria Claudia Lima Bandeira.

A trajetória da Genéricka contemplou a adequação do projeto dentro do endereço escolhido. “Desde o início, identificamos a relação estreita do Catavento com o objetivo do cliente. No entanto, tivemos que dobrar os cuidados de produção por estarmos trabalhando dentro de um edifício tombado pelo patrimônio histórico. Fato que compensou e agregou valor ao trabalho da Genéricka, que teve formidável apoio do museu. Nossa negociação contemplou a presença do Instituto Grupo Boticário em dois ambientes: a Sala do Olfato e a Sala do Perfume”, revela.

Para o Instituto Grupo Boticário, o grande desafio do projeto era valorizar a ludicidade, trazendo um conteúdo que envolvesse os visitantes. “Ficamos muito satisfeitos com a proposta apresentada e a concretização da exposição, que transmite todo o encantamento que permeia os nossos espaços culturais”, afirma a coordenadora de Educação e Cultura, Thaís Machado.

Ambientes

Na Sala do Olfato, o público encontrará um espaço mais intimista e terá conteúdo sobre memória olfativa e curiosidades sobre o órgão olfativo, o nariz. “O ambiente tem proposta intuitiva e pode ser percorrido sem monitoria. Um dos destaques fica por conta da exibição de um filme sensorial, numa sala com difusores de fragrâncias, transmitido em nove telas que contam a história desde o primeiro perfumista, a mãe natureza”, detalha Ricardo Leite, diretor de criação e planejamento da Genéricka.

Já na Sala do Perfume, uma grande galeria que explora informações desde o Egito Antigo até os dias atuais, os visitantes terão acesso ao Laboratório do Perfume, onde será possível conferir o processo de fabricação de forma lúdica. Também neste ambiente, um dos grandes atrativos é o filme do Dr. Perfume, exibido em duas telas, onde o personagem interage entre dois espaços, a mensagem principal será a valorização da profissão perfumista e a importância do perfume na sociedade”, acrescenta o criativo.

O Instituto Grupo Boticário foi assertivo em apostar num novo projeto de Brand Experience, uma estratégia certeira para aproximar a marca do consumidor. “O Mundo do Perfume além de um acervo riquíssimo, entrega história. Acreditamos que esse é um investimento bastante agregador, que completa os esforços de disseminação da cultura e presença em redes sociais. Transformamos conteúdo em experiência física”, aponta a diretora executiva, Maria Claudia.

Expertise

“Temos uma expertise de longa data na construção de cenários para feiras e congressos mas, o know-how na construção de museus a Genéricka adquiriu com a exigência estratégica demandada pelos projetos do Instituto Grupo Boticário. Ampliamos nosso portfólio na produção de conteúdos de experiência, analisamos e aprendemos muito com o comportamento do público nesses espaços. Também tivemos, recentemente, uma nova oportunidade de mostrar nosso trabalho, num projeto de brand experience, para o Grupo Marilan, com sede em Marília-SP”, afirma Maria.

“Quando lançamos o Conexão Estação Natureza,  vencedor do Prêmios ABERJE Sul, Colunistas, e Chico Mendes, o óculos virtual era a grande atração, junto com o cinema 360º. Eles continuam no projeto, mas as atualizações de tecnologia o mantêm ativo e atraente ao público até hoje. No Mundo do Perfume, projeto com validade de cinco anos, não contemplamos realidade virtual. Apostamos em automação e defendemos o que encanta. Apesar de transbordarmos para o digital – porque temos um site 360º criado com a expertise da E-tools – esse projeto é mais baseado em filmes porque acreditamos que o trunfo é a simplicidade”, acrescenta o diretor de criação e planejamento.

Histórico

Apesar de novo para o mercado, o projeto do O Mundo do Perfume foi assimilado pela Genéricka em 2015. “O cliente confiou na nossa expertise para apresentar a nova proposta alinhando conceitos de interatividade e tecnologia, mas acreditamos na experiência emocional. Entendo que a melhor ferramenta é aquela que fala com o coração”, pontua Maria.

Segundo a diretora, o job demandou a criação de uma equipe multidisciplinar e ultrapassou as paredes da agência. “Reunimos criativos, diretores, museólogos, historiadores, arquitetos, designers, cenógrafos, produtores de vídeo e som e especialistas em tecnologias”, lista.

“Num projeto como esse, o céu é o limite. Tivemos que fincar uma bandeira de largada e uma de chegada. Idealizamos e prototipamos o melhor possível dentro do budget do cliente, das nossas experiências pessoais, do ideal de público, do fazer algo inovador e do desejo de deixar um legado. Todo esse caminho complexo teve que ser criado, testado e confrontado”, completa.

Legado

Um projeto de Brand Experience, como o Mundo do Perfume, exige uma dose de sensibilidade, principalmente na parte criativa. “Um dos nossos grandes trunfos foi acertar o conteúdo dentro de linguagens acessíveis, com o poder de transmitir mais significado que conhecimento, de forma a permitir que o visitante saia com residual. O filme Olfato, por exemplo, que é sensorial, demandou uma redação bem diferente para explicar o que é memória olfativa. O jeito de fazer roteiro, produção e escolher imagens também precisou ser diferente”, explica Leite.

Ter um museu no portfólio não é ter um evento. “Não é qualquer agência de eventos que faz essa entrega. Trata-se de uma quebra de formatos possíveis. Um processo completamente imersivo e intuitivo que exigiu conhecimento da equipe e enorme capacidade de pesquisa. Fomos cinco anos atrás e também imaginamos o futuro”, conclui, Maria.

VERSO.THT COMUNICAÇÃO ARTE – Thabata Martin 

Enviado por Marialda Pereira 

 

A tecnologia está ditando uma nova maneira de se fazer negócios, desbancando indústrias antigas e mudando setores inteiros de mercado. É a transformação digital, que atinge todas as empresas, de todos os setores. Para mim, o que motivou essa revolução, impulsionada pela tecnologia, foi antes de tudo o desejo das pessoas de compartilharem informações de forma colaborativa e conectada.

A sociedade decidiu se conectar e esse comportamento mudou como as pessoas passaram a consumir serviços e produtos, com a possibilidade de fazer isso de qualquer lugar, em qualquer hora. Esse movimento foi o gatilho para o mercado corporativo, que, agora, precisa se adaptar e não pode mais focar só no seu core business, mas também na decisão sobre com qual tecnologia vai entregar o seu produto ou serviço.

E nós, como empresa de tecnologia, mudamos também. Estamos vivendo uma nova fase que, mais do que uma etapa, é uma jornada mapeada para ser percorrida em quatro anos. E uma das ações – e de suma importância – que já colocamos em prática foi trazer todos os TOTVERS (como chamamos quem trabalha na TOTVS) para o centro da inovação e os incentivamos a pensar fora da caixa, nos ajudando a combinar tecnologias com novos modelos de negócios capazes de transformar o mercado de atuação de nossos clientes.

Além disso, repensamos nossos processos e simplificamos nosso atendimento. Mais próximos, conseguimos enxergar as necessidades de cada segmento e redesenhar nossas ofertas. Também foi necessário tornar nosso portfólio mais acessível – além de permanecer com nossos tradicionais canais de distribuição, investimos em canais digitais ao disponibilizar softwares como serviço, uma característica muito forte nessa nova sociedade, onde as pessoas preferem consumidor serviços a produtos. É só tentar se lembrar, qual foi a última vez que você comprou um CD de música?

Porém, não é só a maneira de disponibilizar os produtos que estão em transformação. O que levar ao mercado é a nossa discussão diária. A tecnologia precisa fazer sentido para quem a consome. O tempo todo surgem novas tendências e apostas disruptivas, mas nos perguntamos o que faz ou não sentido ao negócio dos nossos clientes. Será que ofertar soluções embarcadas em drones, por exemplo, atenderia uma necessidade do mercado que ele atua?

Independente de siglas ou nomes da moda, queremos ofertar soluções que, por exemplo, são capazes de tornarem departamentos inteiros de uma empresa menos operacionais e mais estratégicos. Queremos tornar acessível assistentes virtuais, baseados em inteligência artificial, capazes de responder perguntas e dar insights de negócios tanto para o microempresário quanto para o presidente de uma multinacional, com a mesma rapidez e eficiência.

Se isso é possível? Sim, porque para entender as mudanças do mercado, estamos nos transformando juntos. Todo investimento que fazemos hoje em inovação é para garantir um futuro amanhã, não só nosso, como de todos que estão em nosso ecossistema. Estamos felizes em fazer parte desse movimento.

E sua empresa, está resistente a essas mudanças ou, assim como nós, já percebeu que essas transformações são positivas para nos impulsionar a sermos mais eficientes, transparentes, gerar mais oportunidades e fazer a diferença em nosso país?

*Laércio Cosentino, CEO da TOTVS

Fonte: Central Press
Publicação: Raquel Lima

 

Antes de escolher uma das opções, saiba quais são as características e vantagens de cada um

Apesar de ser muito comum ouvir falar sobre móveis planejados e sob medida, na hora de mobiliar a casa muita gente fica em dúvida sobre qual das alternativas é a melhor para o que se pretende e acredita que ambas podem ter o mesmo resultado na decoração. Porém, apesar de serem produzidas com os mesmos materiais, cada uma das opções possui características particulares que devem ser levadas em conta nos projetos decorativos.

Segundo Luana Mota, designer de interiores da Evoque Ambientes Personalizados, as principais diferenças são as medidas e o tempo de fabricação. “Nos móveis planejados há uma padronização no tamanho dos módulos, que são escolhidos para cada ambiente encaixando-os da melhor forma possível. Já nos sob medida não há padrões. Nesse caso utilizamos os tamanhos exatos especificados em cada ambiente, fabricando o mobiliário exatamente nas medidas necessárias especificadas no projeto”, explica.

Luana conta que, quanto ao período de fabricação, os móveis sob medida geramente demandam mais tempo. “Isso porque para os planejados há uma máquina que trabalha em série na fabricação do mobiliário. No caso dos sob medida são realizados recortes peça por peça”, afirma.

As duas alternativas possuem vantagens, então, o que vale, de acordo com Luana, é o tempo que se pretende esperar e também qual será o investimento. “Os principais benefícios dos móveis sob medida são a flexibilidade no tamanho, a possibilidade de executar recortes especiais e as inúmeras possibilidades de cores existentes. Já os móveis planejados têm o tempo de fabricação e montagem mais rápidos, pois eles já vêm com as devidas furações”, comenta.

Outra vantagem dos móveis planejados é que eles podem ser transferidos para outro ambiente, apenas alterando-se o projeto original para que ele se encaixe no novo espaço. Eles também são mais facilmente montados e desmontados, por isso são mais indicados para pessoas que moram de aluguel. Já os sob medida, por serem fabricados exatamente com a medida do ambiente original, dificilmente encaixam em outros ambientes de maneira satisfatória.

Depois de conhecer as diferenças de cada um, Luana aconselha a não usar as duas opções juntas, pois há acabamentos diferentes e isso com certeza será notado. “Por isso, escolhemos o que usar conforme a necessidade de cada cliente. Por exemplo, se ele vem com um projeto de arquiteto, com cores e detalhes exclusivos, temos que usar o sob medida. Já se o cliente nos procura diretamente, mostramos para ele as vantagens de cada um. Nestes casos, normalmente o foco acaba no uso industrial, pelo prazo de entrega menor”, explica.

E é justamente esse um dos motivos que levaram a Evoque a oferecer três alternativas de mobiliário aos seus clientes. “Queremos garantir um projeto que tenha a cara do cliente e atenda às suas necessidades em todos os sentidos. A nossa maior facilidade é que oferecemos móveis planejados, sob medida de marcenaria e também o sob medida de fábrica, que possui um leque bem grande de possibilidades de cores e materiais”, finaliza Fabiano Krause de Freitas, sócio da Evoque Ambientes Personalizados.

 

Sobre a Evoque Ambientes

A Evoque Ambientes Personalizados atua no ramo moveleiro e tem experiência de mais de 12 anos de chão de fábrica. Especializada em executar projetos residenciais e comerciais, a marca possui mão de obra especializada e comprometida com o atendimento. Preparada para atender clientes de pequeno, médio e grande porte, oferece soluções inteligentes, econômicas e com tecnologias de ponta.

Serviço:
Evoque Ambientes Personalizados
Endereço: Av. Marechal Deodoro, 2027 – Alto da XV – Curitiba (PR)
Telefone: (41) 3044-7300
www.evoqueambientes.com.br

Virgínia Vargas
Assessora de Imprensa
Fotos: Natasha Bagatoli

 

A tarde desta segunda-feira foi animadíssima na Portobello Shop Água Verde, que recebeu lançamentos maravilhosos e pôde mostrar em primeira mãos, aos profissionais que participaram do happy hour, toda beleza e versatilidade de seus produtos. Arquitetos e Designers de Interiores participaram do evento evento e se surpreenderam com as belas bancadas, revestidas de porcelanato, que estão expostas na loja.

Texto e fotos: Raquel Lima 

 

Nos últimos anos a tecnologia como emails, whatsapp e as redes sociais tomaram conta de todo o mercado, facilitadores de uma vida agitada, por vezes nos tiram o prazer de uma boa conversa, de um olho no olho, principalmente com o cliente na hora de demonstrar e fechar um negócio. Pensando nisso a Raffinato, que é antenada e se preocupa com este tipo de relacionamento, promove a cada 15 dias um encontro entre profissionais, que durante um saboroso café da manhã e visita técnica, proporciona aos profissionais convidados, um momento de descontração, onde todos sentam à mesa e trocam experiências, para o empresário Elio Mazarotto isto sim é “o coração da loja“.

A Raffinato está no mercado há 17 anos, com móveis multimarcas e uma linha de fabricação própria. Dispõe de amplo estacionamento para 50 carros, então pode agendar com seu cliente que com certeza haverá sempre um lugar reservado para ele.

Visite a loja e conheça também as diversas opções de objetos de decoração e uma linha de quadros assinados.

Av. Manoel Ribas, 4914 – Santa Felicidade

Texto e Fotos: Raquel Lima

Rua das Flores comemora a chegada da primavera com projeto inédito

Evento reúne moda, arte e flores na Rua XV de Novembro para reacender história cultural da cidade

A Rua XV de Novembro, também conhecida como Rua das Flores, é um dos grandes pontos que caracterizam a cidade de Curitiba. O calçadão de petit pavê sempre foi espaço de manifestações culturais e aproximação dos curitibanos com a arte. Porém, com o passar do tempo e aumento da correria da rotina urbana, isso foi sendo deixado de lado. Pensando em reacender esse espírito cultural curitibano, o produtor paranaense Victor Sálvaro idealizou o Curitiba Flower Power, um fashion show diferente, que reúne moda, natureza, música e arte na rua mais conhecida de Curitiba.

“Pretendemos unir a mais nova geração de talentos paranaenses no mesmo evento. A proposta é levar a moda e arte onde o povo está”, explica Sálvaro. O Curitiba Flower Power acontece no dia 7 de outubro, com início às 11h na Boca Maldita e término na Praça Santos Andrade.

Desfile primaveril

O desfile do Curitiba Flower Power conta com 32 composições, produzidas por trinta marcas e estilistas curitibanos, com tecidos floridos doados por Morvan Tacla, proprietário da Tecelagem Imperial. Os modelos percorrem uma passarela que vai da Boca Maldita à Praça Santos Andrade, em meio à população. Posteriormente, as peças serão vendidas e o valor arrecadado será doado para a construção do Erastinho, primeiro Hospital Oncopediátrico do Paraná.

Distribuição de flores e aroma

Em conformidade com a proposta, durante todo o desfile a Esal Flores distribuirá flores aos pedestres que estiverem circulando pela Rua das Flores. Além disso, o evento também marca o lançamento do perfume Madame Rosé, da marca Jan Rosê, que será borrifado por toda a avenida.

Atrações musicais

Para animar o dia e valorizar a arte local, o início do evento terá shows de Val Andrade, Carine Luup e Mi Ma Domingos. E o encerramento, na escadaria da Praça Santos Andrade, será com a bateria da Acadêmicos da Realeza.

SERVIÇO

Curitiba Power Flower

Data: 7 de outubro, sábado

Horário: 11h

Local: Rua XV de Novembro

Realização: Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba

Produção geral e direção criativa: Victor Salvaro

Produção: Meire Abe

Apresentação: Ieda Godoi

Apoio: Jan Rosê

Agências apoiadoras: JUST Models; Armazém Models; Forum Model e Agência Casablanca. Sapatos: Omar Calçados

Acessórios: Sueli Zavadinack

Adereços: Manu Daher

Cabelos e maquiagens: Lady&Lord Professional School

Estilistas e marcas: Ateliê Flor de Vedete – Tiça Muniz; Ana Silvia; Balaio de Gato – Juliano Araujo; Chaouiche – Rafael Chaouiche; Daniel Tzaschel; Edson Eddel; Eliffel – Helen Feldmann; Flávia Itiberê e Rafael Silveira; Francesca Córdova; Geovane Rosa; Gildo Kist; Gislaine Rodrigues; Hype Brasil – Karla Pereira; Japonique – Jana Tahira; Karina Taques; Leiaute – Danilo Oli; Leveza do Ser – Angélica Sanches; Lunares Flamenco – Fabíola Mann; Louise Alves; Max Vera – Vera Akel; Mateus Nudelmann; Milho Guerreiro – Franciele Morbis; Modifixe – Juliano Fonseca; Nadine – Ione Kulig; Perseke – Jessie Perseke; Pura Mania – Márcio Falcão; Pura Mania – Márcio Falcão; Reptilia – Heloísa Strobel; Rocio Kanvas – Diego Malicheski; Veine – Erich Zelazowski; Velvet – Carolina Gritten; Velvet – Carolina Gritten.

Shows: Val Andrade, Carine Luup e Mi Ma Domingos ( Nizo Gomide ) – Encerramento com a bateria da Acadêmicos da Realeza

Distribuição de flores: Esal Flores

Assessoria de Imprensa: Central Press

Consolidando sua atuação na capital paranaense, a A.Yoshii Engenharia lançará em breve dois novos empreendimentos em locais privilegiados de Curitiba: no Batel (na Praça da Espanha) e no Cabral (na Avenida Anita Garibaldi).

Os dois locais já estão identificados com a marca da empresa e receberão torres com projetos de alto padrão, principal característica A.Yoshii. Os apartamentos decorados dos dois primeiros lançamentos – Maison Heritage Ecoville e Maison Legend Ecoville – podem ser visitados no show room da construtora, na Rua Bispo Dom José, no coração do Batel.

Ficha Técnica:
Foto: Cesar Brustolin/SMCS
Texto: Central Press
Publicação: Raquel Lima

 

 

Aconteceu nesta quarta-feira um encontro entre profissionais da arquitetura e decoração, na loja Raffinato, localizada no charmoso bairro Santa Felicidade. Durante o evento os arquitetos e designers puderam ter a experiência de sentir e vivenciar a qualidade e o conforto de seus móveis. A Raffinato dispõe de vasta variedade de produtos, entre eles, sofás, poltronas, cadeira, banquetas, pufs, mesas, mesas de apoio, objetos de decoração e quadros assinados.

Para conferir de perto todas as vantagens de ser um cliente Raffinato, visite a loja, Av. Manoel Ribas, 4914.

A Portobello Shop Batel promoveu esta manhã uma visita técnica seguida de brunch para arquitetos e designers de interiores, que tiveram a oportunidade de conhecer as belíssimas bancadas e lançamentos da marca. A equipe de consultores esteve à disposição e demonstraram os produtos e atualizaram os profissionais sobre as tendências e novidades que estão em alta.

A loja fica na Rua Comendador Araújo, 990 – Batel com amplo estacionamento gratuito, para clientes.

Texto e Fotos: Raquel Lima

 

Esta tarde ensolarada foi pra lá de divertida na Portobello Shop Batel, que recebeu esta tarde profissionais da Arquitetura e Decoração que participaram da visita técnica, assistida pelo portal Gerson Lima. Esta ação consiste em aproximar clientes e consultores, firmando laços e belas parcerias. A loja está com vários ambientes com porcelanatos aplicados e também as charmosas bancadas, que já são as queridinhas das arquitetas e designers.

A Portobello Shop Batel está localizada na Rua Comendador Araújo, 990 – Curitiba-PR

Texto e fotos: Raquel Lima

 

Centro Hospitalar, em Curitiba, aplica os mais modernos recursos da arquitetura hospitalar em sua nova ala de internação

A medicina avança a passos largos em busca de novas soluções de tratamento e cura para doenças. Em paralelo, outras ciências seguem o mesmo rumo colaborando e agregando alternativas e melhorias para tratamentos. Mas não apenas a medicina, fisioterapia, farmácia ou psicologia fazem parte deste rol. Há muito tempo a arquitetura e engenharia vem ganhando espaço e mostrando o quanto podem fazer a diferença no processo de cura de um paciente.

Por volta dos anos 60, as estruturas padronizadas e o ambiente “frio”, que anteriormente queriam demonstrar higiene e tecnologia em saúde, passaram a ser criticadas. A arquitetura pós-moderna promoveu uma reflexão sobre o impacto dos ambientes frios e impessoais na recuperação do paciente e começou a mudar esse cenário. Profissionais se especializaram no tema e cada vez mais clínicas e hospitais passaram a buscar os recursos da arquitetura para proporcionar maior conforto e satisfação do paciente e facilitar o trabalho dos profissionais de saúde.

Segundo especialistas, a iluminação hospitalar influencia o equilíbrio fisiológico e psicológico dos pacientes e as cores, além de humanizar o ambiente, promovem a sensação de bem-estar e melhoram o processo de cura. Já a utilização de áreas com ventilação natural, além do conforto, auxiliam no combate à infecção hospitalar devido à renovação constante do ar. Outro fator, não perceptível ao olhar dos usuários, mas de fundamental importância num projeto, é o conforto higrotérmico, que deve funcionar controlando o acúmulo de calor natural da estrutura e dispensando a umidade excessiva do local. Os móveis, objetos de arte e decoração complementam o objetivo de humanizar o ambiente e trazer a atmosfera doméstica para dentro do hospital.

Um exemplo de como as novidades na arquitetura hospitalar vem ganhando força e passando a fazer parte do planejamento estratégico das instituições de saúde é a nova ala de internação do Centro Hospitalar da Nossa Saúde, em Curitiba. Inaugurada no final de agosto, a nova ala disponibiliza leitos de internação com ambientes em padrão hoteleiro e funcionalidades que colaboram com os serviços de saúde. “Nossa proposta foi promover ao máximo o bem-estar dos pacientes e todos os detalhes foram pensados visando a descaracterização hospitalar”, comenta a engenheira civil Luciana Costin, responsável pelo projeto. “Na decoração optamos por leveza e contemporaneidade, com linhas retas nos móveis e uma paleta de cores em cinza, branco, amadeirado e detalhes em laranja, que é a cor da vitalidade. Aplicamos uma iluminação indireta e de serviço nos leitos e um piso vinílico amadeirado, proporcionando assim maior aconchego ao ambiente”, complementa. Os apartamentos são privativos e semi privativos, equipados com mobiliário diferenciado, wi-fi, TV, frigobar e um sistema integrado de gasoterapia.

Ainda, segundo a engenheira, além do inox nas áreas mais críticas, nos bate-macas e tampos dos postos de enfermagem foi utilizado o Silestone, uma superfície sólida monolítica que garante melhor higienização e prevenção contra microorganismos. Pensando no conforto dos profissionais de saúde, que passam muito tempo dentro do hospital, a principal preocupação foi criar postos de trabalhos ergonômicos e facilitar o acesso aos leitos. E como uma das metas do hospital também é tornar a estrutura mais sustentável, soluções elétricas com baixo custo de manutenção foram utilizadas. Também, durante a obra, houve o cuidado com a minimização dos resíduos de construção civil e sua correta destinação.

O projeto arquitetônico também contribuiu, e muito, para facilitar as necessidades de internação e a segurança hospitalar. Para as internações que exigem no máximo 12 horas de internação, foi projetado um apartamento para procedimentos de Day Hospital. Por outro lado, para os pacientes de risco, foram criados dois apartamentos com leitos especiais, respiradores e equipamentos de monitorização. E para os casos com necessidade de isolamento, dois apartamentos com uma antecâmara para assepsia, que só permite o acesso e saída do leito do paciente após os procedimentos necessários de higiene.

“Além de propiciar um ambiente agradável para pacientes e acompanhantes, buscamos planejar a nova ala utilizando todos os recursos possíveis para promover a saúde do paciente e melhorar as condições de trabalho dos colaboradores”, revela Dulcimar De Conto, diretora geral da Nossa Saúde, operadora de planos de saúde.

 

Sobre a Nossa Saúde

Criada em 1990, a Nossa Saúde é uma operadora de planos de saúde com atuação em Curitiba, Região Metropolitana e litoral paranaense. Disponibiliza planos de saúde para pessoa física e jurídica e possui Centros Hospitalares em Curitiba e São José dos Pinhais, com atendimento exclusivo aos beneficiários, em urgências, emergências, consultas, exames e cirurgias em diversas especialidades.

É a única operadora de saúde a oferecer pronto atendimento 24 horas em São José dos Pinhais e, além dos Centros próprios, conta com uma ampla rede de prestadores de serviços credenciados.

Mais informações www.nossasaude.com.br

Ficha Técnica:
Texto: Central Press
Publicação: Raquel Lima
Imagens: Rubens Nemitz Jr

Grande volume de informações só será aproveitado pelas corporações que optarem pelas ferramentas corretas para melhorar suas operações e processos

Especialistas em aviação dizem que um Boeing 787 Dreamliner produz 1 terabyte de dados em cada voo. Veja bem, esse é apenas um simples exemplo da imensa quantidade de informação que circula ao redor da sua empresa. Agora, acrescente a isso a previsão de que até 2020 o mundo terá 50 bilhões de dispositivos conectados à internet. É, de fato, muita coisa! Como aproveitar esse colossal volume de dados e transformá-lo em negócios para sua companhia? A resposta passa por adaptar e preparar sua organização para o processo de transformação digital que já está em curso e a pleno vapor.

A transformação digital impacta nossas vidas de diferentes maneiras e ocorre em todas as esferas da sociedade. Por conta disso, é mandatório que empresas de diferentes setores e portes acompanhem esse movimento. Além disso, é importante ressaltar que a transformação digital não se trata apenas da adoção de novas tecnologias, embora este seja um vetor primordial. Trata-se de uma mudança na visão do negócio, que se apoia no uso de recursos tecnológicos.

Há muitos caminhos para conduzir esse processo. Um exemplo é a transformação de sistemas, antes acessados apenas no desktop, em aplicativos, possibilitando o acesso às informações a qualquer hora e de qualquer lugar. Economia de custo e ganho de tempo são drivers importantes neste caso. Tempo, inclusive é um dos grandes pontos da transformação digital, pois é um dos ativos mais importantes no mundo de hoje.

Portanto, racionalizar processos e diminuir o tempo gasto em qualquer atividade são alguns dos segredos para a transformação digital. Nos bancos, por exemplo, está havendo um movimento para reduzir o tempo gasto na abertura de contas. Muitos deles, inclusive, já permitem que isso seja realizado 100% pela web, o que agiliza a operação e melhora a experiência oferecida ao cliente.

No entanto, diante de uma infinidade de tecnologias disruptivas as empresas ainda têm dúvidas sobre quais delas contribuirão para o aprimoramento de suas rotinas ou operação. Ainda é comum, em grandes corporações, cada área de negócio escolher a tecnologia que melhor se adapta à sua realidade. Isso pode levar uma empresa a ter diferentes fornecedores, o que pode acarretar em problemas de interoperabilidade, embora a integração de sistemas ou linguagens distintas não é mais tão crítico como no passado.

De qualquer forma, é importante ressaltar que não existe certo e errado na escolha das tecnologias mais adequadas para a transformação digital. O que existe, na verdade, é a necessidade de entender o mix de sistemas e aplicações mais coerente às demandas da sua organização. É isso que deve direcionar essa escolha. E a melhor maneira de fazê-lo é de forma conjunta, avaliando as necessidades de todas as áreas de negócio.

O avanço das empresas está relacionado à maneira como as novas tecnologias serão utilizadas. Algumas tendências, contudo, são claras: como a Internet das Coisas (IoT), Big Data e mobilidade. Fazer uso delas é fundamental, desde que alinhado às necessidades do seu negócio.

Ficha Técnica:
*Alexandre Azevedo
, Head da TOTVS Private.
Crédito da imagem: Divulgação
Publicação: Raquel Lima
Agência: Central Press

 

A RGE, por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE), está direcionando ao mercado de trabalho de Caxias do Sul mais de 1,1 mil jovens estudantes capacitados em Eficiência Energética e segurança. Esse grupo integra o Projeto Aprendiz Energético, iniciado em março deste ano e que agora avança mais uma fase. A terceira parte do projeto educacional desenvolvido em 22 escolas das redes estadual e particular de Caxias é a inserção no mercado de trabalho dos alunos, agora aptos a compartilhar seu aprendizado em economia de energia junto aos empregadores.

Atualmente, são 1.169 estudantes do 2º ano do ensino médio que estão concluindo o curso profissionalizante de Eficiência Energética, com aulas práticas e teóricas realizadas no turno inverso ao da escola. A maioria dos módulos do programa acontece por meio do Ensino a Distância (EaD), mas os alunos têm a oportunidade de levar experiências de economia e segurança para as suas casas, além de praticá-las na própria escola. Os resultados são, além do aprendizado dos alunos, redução nas contas de luz e água de cada família envolvida.
Nesta fase, o projeto trabalha com as famílias desses jovens, com visitas técnicas e pedagógicas às residências. É o momento em que os filhos transmitem aos pais e responsáveis noções de economia e melhor aproveitamento de energia. “Essa etapa do vínculo familiar é muito importante para que os estudantes se sintam valorizados pelo trabalho que fizeram até agora. Pais e filhos aprendem juntos a economizar e a serem mais eficientes”, comenta Celio Ayres, gerente do projeto. Neste sábado (16), ocorrem duas ações de sensibilização entre escolas e familiares dos alunos, com o objetivo de valorizar ainda mais todo o trabalho já realizado até aqui (confira abaixo horários e locais das ações).
Inserção no mercado de trabalho

A terceira etapa do projeto inicia-se em setembro, com um envolvimento maior dos formandos no mercado de trabalho, por meio de parcerias público-privadas. As empresas interessadas em contratar esses estudantes podem entrar em contato com a RGE, através da empresa Datte, contratada para a realização das ações (veja serviço abaixo). “A ideia é que esses alunos levem, com base na qualificação que receberam, lições e dicas de economia para dentro das organizações. Ganha o aluno, que entra no mercado de trabalho já com uma capacitação extra, e ganha a família, que pode ter ganhos de até 10% na economia de energia elétrica e água, que é a meta do projeto”, destaca Odair Deters, coordenador de Projetos de Eficiência Energética da RGE.

Todos os módulos do Aprendiz Energético foram ministrados e acompanhados por profissionais capacitados, professores, coordenadores e direção das escolas participantes, que também receberam treinamento. Conforme os estudantes foram concluindo os módulos, o próprio sistema pedagógico do projeto montava um currículo, com base no desempenho e no aproveitamento de cada aluno. “Além disso, o projeto encaminha a confecção de Carteira Profissional aos alunos que não tem, facilitando ainda mais seu acesso ao mercado de trabalho”, observa Deters. Uma grande rede de supermercados de Caxias do Sul foi a primeira a aderir ao projeto, acenando com a contratação de dezenas de jovens. Vale ressaltar que o Projeto Aprendiz Energético tem aval da Secretaria Estadual de Educação e o apoio de entidades de classe.

Unidade móvel
Entra em operação nos próximos dias uma unidade móvel do Aprendiz Energético, que vai circular entre as entidades disponibilizando acesso à internet a alunos que não têm essa alternativa em casa em mesmo em suas escolas. “Muitas escolas participantes não têm internet em seus laboratórios, então a unidade móvel vai facilitar a formação dos alunos nessa fase final. “Será um suporte a mais para que os alunos possam concluir alguma etapa que ficou para traz”, informa Deters.

Sensibilização nas escolas
Neste sábado ocorrem duas grandes ações de sensibilização entre os realizadores do Aprendiz Energético, comunidade escolar e familiares dos estudantes. Os eventos também são abertos à comunidade em geral. Confira horários e locais:
Ação 1 – das 9h30min às 11h30min. Local: Salão Menino Deus, bairro Serrano (Rua Alcides Ramos – 1354). Escolas participantes: Antonio Avelino Boff, Victorio Webber, Dr. Assis Antonio Mariani, Clauri Alves Flores, Rachel Calliari Grazziotion, Erico Verissimo, Evaristo de Antoni.
Ação 2 – das 15h às 17h. Local: Escola Estadual de Ensino Médio Olga Maria Kayser (Rua Antônio Fantinél, 177 – bairro Kayser). Escolas participantes: EETCS, João Triches, Cristóvão de Mendonza, Mauá, Murialdo, Província de Medonza, Melvin Jones, Ivone Lucia Triches dos Reis, São Caetano, Olga Maria Kayser, Alexandre Zattera, José Generosi, Impulso, Cavalheiro Aristides Germani, Henrique Emílio Meyer.

Projeto Aprendiz Energético – Saiba mais

· A duração do projeto é de março a novembro deste ano, período no qual serão beneficiados mais de mil estudantes de 22 escolas de Caxias do Sul;

· Além de todo curso, treinamento para professores, ambiente virtual de aprendizado, a RGE também fornece material didático e premiará, ao final do curso, os melhores colocados. Os três melhores alunos poderão optar entre um I-Phone, um notebook ou um X-Box.

· O projeto faz parte do Programa de Eficiência Energética da Rio Grande Energia (PEE – RGE), existente há 16 anos e elaborado de acordo com as regulamentações do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

· Para ser uma empresa parceira: entre em contato com a coordenação do Projeto – (54) 3537.2907

Website: https://www.rge-rs.com.br/Paginas/default.aspx

O renomado arquiteto Edson Cardoso​ é um dos palestrantes do I Encontro da Plataforma ARQTTOMaringá, que acontece no dia 21 de setembro com a participação de grandes nomes da arquitetura nacional. Edson apresenta​rá​ o case do “Cidades do Futuro”, onde mostra as soluções desenvolvidas por ele no escritório LAR Arquitetura para o projeto de um bairro planejado em Maringá.  O encontro é aberto ao público e gratuito, com inscrições online clicando neste link.

Além de Edson, também estará presente o arquiteto Gustavo Utrabo, do escritório Aleph Zero, um dos criadores ​​do projeto “Moradias Infantis”, juntamente ​com​ o designer​ Marcelo Rosenbau​​m; eos arquitetos João Vitor Ricciardi Sordi e Rodrigo Pupin, ​​do Grupo PR​; ​e ​Aníbal Verri Júnior e Tânia Nunes Galvão​,​ d​a Verri & Galvão ​Arquitetos. Este será o primeiro evento da plataforma ARQTTO em Maringá, que foi criada com o objeto de ampliar o acesso da população e de empresas de todos os portes à arquitetura.

O I Encontro da Plataforma ARQTTO – Maringá tem o patrocínio da Desjoyaux Piscinas, Uningá, Grupo Revest, Orchestramóveis e Eletrosantini.

SERVIÇO
​I Encontro da Plataforma ARQTTO ​- Maringá
Data: 21 de setembro
Hora: a partir das 19h
Local: Avenida Laguna, 2.299 – Zona 03
Inscrições gratuitas pelo site sympla: https://www.sympla.com.br/encontro-da-plataforma-arqtto-traz-grandes-nomes-da-arquitetura__186983

Ficha Técnica: 
Agência Souk – Maria Emilia Silveira
Publicação: Raquel Lima
Foto: Divulgação

 

Nesta linda manhã de quarta-feira a loja Raffinato promoveu um delicioso café da manhã, preparado com muito carinho para arquitetos e designers de interiores. O evento descontraído foi seguido de uma visita técnica, onde os profissionais ficaram impressionados pela qualidade e diversidade de produtos que a loja tem a oferecer. A bela loja dispõe de móveis para área interna e externa, muitos objetos de decoração e uma seleção especial de quadros assinados.

A Raffinato está localizada na Av. Manoel Ribas, 4914 – Santa Felicidade, Curitiba – PR

Texto e fotos: Raquel Lima

A loja conceito Portobello Shop São José dos Pinhais recebeu esta manhã vários profissionais da arquitetura e interiores, para mostrar alguns de seus lançamentos, entre eles, as lindas bancadas que são as queridinhas em vários  projetos e já aprovadas por muitos de seus clientes. O clima favoreceu com um sol maravilhoso. A equipe de consultores pôde dar atenção total ao grupo, que aproveitou para conhecer ou rever os produtos e tirar dúvidas. Durante a visita foram fechados alguns orçamentos, mas o melhor presente com certeza é a presença e a participação destes profissionais que na correria do dia à dia, conseguiram alguns instantes para prestigiar a marca.

Fotos: Raquel Lima 

Entrega foi realizada durante jogo do Madero CWB

Com 100% de aproveitamento, o Madero CWB enfrentou na última sexta feira (28) o time da UniBrasil, em jogo válido pelo Campeonato Estadual de Vôlei Feminino. A partida aconteceu no Círculo Militar e foi marcada pela entrega de cobertores a instituições carentes. A campanha faz parte do projeto Meias do Bem, que arrecada meias usadas e as transforma em cobertores. Cerca de três mil cobertores foram disponibilizados.

Ao todo, foram seis instituições beneficiadas –  Asilo Recanto do Tarumã, Lar Moisés, Lar Eurípia, Asilo São Vicente, Lar Ermínia e Pequeno Cotolengo –, que receberam as doações das mãos das jogadoras do Madero CWB, time comandado pelo técnico Clésio Prado e primeiro colocado invicto no Estadual. “Sentimos uma satisfação muito grande em realizar a ação, pois é algo que levaremos para toda a vida. O envolvimento do time durante a campanha foi importante para estimular ainda mais a coletividade, integração e garantir o entusiasmo durante os jogos”, comenta Clésio. Participaram da entrega representantes dos patrocinadores e apoiadores do Madero CWB.

No dia 2 de agosto, a equipe embarca para Santo André (SP), onde disputará a Taça Ouro em busca da última vaga na Superliga Feminina de Vôlei.

Sobre o Madero CWB

O Madero CWB é um projeto coordenado pelo ex-jogador e medalhista olímpico Giba e pela ex-tenista Gisele Miró. Com o comando do técnico Clésio Prado, 17 jogadoras fazem parte da equipe, dentre elas as medalhistas olímpicas de ouro Valeskinha e Fernandinha. Além do Madero, o time conta com outros patrocinadores, como Itaipu Binacional, Fomento Paraná, Copel Telecom e Ueg, e apoio do Círculo Militar do Paraná, Universidade Tuiuti do Paraná, Zebra, Imobiliária Prates, L´Equipe, Clínica de Ortopedia Artro, Woods, Bourbon Convention Hotel, Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude e Secretaria de Estado do Esporte e Turismo do Governo do Paraná.

Assessoria de Imprensa Madero CWB
Central Press

Carolina Gomes – carolina@centralpress.com.br
3026-2610 / 98439-1980
Claudio Stringari – claudio@centralpress.com.br

Assessoria de Imprensa (Interna Madero)
Atendimento

Emília Silveira – emilia.silveira@restaurantemadero.com.br
(41) 3017 6533 | 98886-4525
Thalita Fernandes – imprensa@restaurantemadero.com.br
(41) 3017 6523

Coordenação
Raphaella Requião Bicca – raphaella.requiao@restaurantemadero.com.br
(41) 3017 6535 | 99866-1188

Ficha Técnica:
Créditos imagens: Rodrigo Fonseca 
Publicação: Raquel Lima
Texto: Central Press

Scroll Up