Josué Lemos da Silveira

Etiqueta Social


josuelemos.com

jletiqueta@gmail.com
Cartões Profissionais

Arquitetura & Decoração

escritórios
3 janeiro 2017

Cartões Profissionais

Representam a imagem das pessoas nos ambientes profissionais e sociais

Por que muitas pessoas não refletem sobre esse fato? Será que as pessoas não percebem que o cartão profissional representa a sua imagem e a sua qualidade?

Embora importantes, principalmente no mundo corporativo, são poucos os que sabem fazer, entregar e receber esses cartões.

Receber cartão e não ter para retribuir é gafe e desmerece o esquecido, o qual será visto como desatento, desatencioso e mal-educado.

Requisitos, sugestões e recomendações

• Devem ser confeccionados no máximo com duas cores e, em papel de ótima qualidade, pois representam o portador, no caso: você!

• Devem ser confeccionados em tamanho padrão (8,5 cm x 5,0 cm) e conter somente as informações necessárias ou indispensáveis, facilitando guardá-los em carteiras.

• Devem conter sete ou oito linhas, que são suficientes para todas as informações.

1.Nas duas primeiras linhas superiores (no máximo três) indica-se a empresa, o departamento e, na linha seguinte, identifica-se o setor de trabalho.

Passar da terceira linha, retira a importância do cargo, da função e da pessoa!

2. No centro do cartão, a primeira linha contém o nome e, na segunda linha coloca-se o cargo e a função.

3. Finalmente, na parte inferior do cartão, indica-se o endereço, o e-mail e o número do telefone profissional. Jamais se coloca o número de telefone pessoal em cartões profissionais. Não é de bom gosto e nem sensato, pois o uso indevido desse número telefônico pessoal pode vir a causar incômodos.

• Nos cartões profissionais onde consta o nome da empresa, torna-se dispensável a inserção de logotipos, principalmente os exagerados em tamanho ou quantidade de cores. O logotipo, quando inserido, deve ser discreto, proporcional ou sob a forma de marca d’água.

• Em resumo: só o que interessa para localizar, é que deve ser inserido no conteúdo do cartão: empresa, nome, função e endereço de contato. Excesso de informações poluem e reduzem o interesse pela pessoa, pelo cargo e pela leitura do cartão.

Atitudes e Procedimentos

• Os cartões sempre devem estar no bolso ou carteira para serem entregues nos encontros em que há interesse em um novo contato pessoal, profissional ou social.

• Por motivos óbvios os cartões não devem ser retirados ou guardados nos bolsos da frente ou, pior ainda, nos bolsos de trás das calças, pois os cartões representam a pessoa. Ninguém gostaria de ver, em seguida à entrega do cartão, alguém sentar sobre ele (você)!

• Receber cartão e não ter para retribuir: por ser gafe, pedem-se desculpas e para anotar o número do telefone.

• Receber cartão e não querer entregar o seu: da mesma forma, pedem-se desculpas e se menciona que vai entrar em contato depois. Tem que ser e parecer gentil.

• Melhor momento para entregar cartões profissionais em grupos pequenos: no início do contato. Agir assim, permite memorizar mais rapidamente qual é a empresa, o nome e a função. Dessa forma, também se evita a deselegância de ficar se perguntando o tempo todo qual é mesmo o nome ou a f unção do interlocutor.

• Em grupos com mais de oito pessoas é melhor entregar o cartão profissional ao final do contato, quando já se identificou a quem realmente interessa ou convém entregar o cartão.

• Constata-se, então, que entregar cartões profissionais a esmo ou sem razão causa a impressão que você também está sem motivos e sem importância!

Ficha Técnica:

Texto: Josué Lemos da Silveira

Foto: http://www.soulbrasil.com/home/wp-content/uploads/2015/11/mao_de_mulher_de_terno_seguran.jpg

Arte e publicação: Raquel Lima

ÚLTIMAS COLUNAS

Quem nunca teve dúvida para compor um traje adequado para determinada ocasião ou situação? São tantas as variáveis: horário do dia, local, tipo de evento, combinações de cores e acessórios, harmonia de texturas…